Social News

STOP a soja brasileira OGM (e Argentina e Uruguai), Stop ao Glifosato!

di Antonio Lupo – Comitè Amigos MST Itália

_MG_8904Como italianos e grandes amigos do povo latino-americano, queremos dizer claramente: STOP a soja OGM do Brasil!

As Monoculturas de soja OGM são galopante no Brasil, especialmente no Mato Grosso e Paraná, mas eles empurram com força e violência para a Amazônia. Em 2003, no Brasil, foi aprovada pelo presidente Lula a Lei 10.688 / 2003, negociada entre o governo brasileiro e o Congresso Nacional, que reconheceu “o crime ocorrido”, a introdução ilegal no interior do Rio Grande do Sul de soja OGM RR da Monsanto, resistente ao herbicida glifosato. Depois de 10 anos, de acordo com o Ministério da Agricultura (MAPA), o 88% da safra 2012-2013 de soja já estava OGM, com uma produção de 81,3 milhões de toneladas, cultivadas em 37,1 milhões de hectares. Um aumento impressionante, enquanto que de acordo com a FAO, em 2012, a produção foi de 65,7 milhões T. numa área de 24,9 milhões de hectares.

Para 2014-2015 está prevista uma safra de soja de 95,5 milhões de toneladas, principalmente para exportação para a China e Europa. Para produzir essa soja OGM, são utilizados 40% dos agrotóxicos consumidos no Brasil, tornou-se o país líder no uso de pesticidas, com um milhão de toneladas, o equivalente a um consumo médio de 5,2 kg de veneno agrícola por habitante . Alguns destes pesticidas, pulverizados por via aérea sobre a monocultura de soja, foram proibidos por muito tempo na União Europeia.

Por todas estas culturas OGM é essencial o uso do glifosato, um herbicida ainda permitido na UE, mas que precisa ser revalidado no final de 2015 (e nós tentamos bloco, também na Itália, uma vez que já foi proibido nos Países Baixos!). Há poucos dias o glifosato tem sido classificado como “Cancerígeno provável” pela IARC, a Agência de Investigação do Cancro da Organização Mundial da Saúde. Em função de todas estas considerações, gostariamos de dizer, em sintonia com os movimentos populares no Brasil e em toda a América Latina, que o povo italiano não gosta de importar a soja OGM do Brasil, que é então usada como raçoes na pecuaria de Italia, assim chega dentro a cadeia alimentar, em nossos pratos e em nossos corpos.

Nós não seremos Livre de Transgénicos, até que nós seremos livre de Raçoes Transgénicos!

15 Abril 2015

Antonio Lupo – Comitè Amigos MST Itália

Foto: Giulio Di Meo

Annunci

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione / Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione / Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione / Modifica )

Google+ photo

Stai commentando usando il tuo account Google+. Chiudi sessione / Modifica )

Connessione a %s...